Você que deseja saber a tabela e o calculo do imposto de renda vamos mostrar aqui nesse artigo, veja como funciona o imposto de renda e o que é. O instrumento usado para saber das alíquotas de contribuição, essa alíquota irá definir o valor do imposto que cada contribuinte irá pagar.

A declaração do imposto de renda, esse processo exige atenção, organização e tempo de nós contribuintes declarar o nosso imposto e fazer com que o nosso país arrecade para ajudar na infraestrutura do país.

Existem dois tipos de tabela do imposto de renda, e todas as duas é necessário fazer o cálculo do imposto de renda. Para ficar mais fácil de compreender, prossiga com a leitura do nosso artigo e veja como fazer a sua declaração em segurança.

Veja o que é as alíquotas do Imposto de Renda

A receita federal divide o valor do imposto de renda de acordo com quatro faixas salarias, cada uma delas possuem uma alíquota de 7,5% até 27,5%. Quanto maior o salário bruto, mais a faixa salarial que se enquadra e consequentemente, maior o valor do imposto que deve ser pago.

Com o objetivo de evitar dores de cabeça e declarações atrasadas, elaboramos um material para esclarecer todo o processo e tirar todas as dúvidas que podem surgir nesse exato momento. A seguir você verá 5 importantes pontos em relação à declaração:

  • Como declarar o Imposto de Renda;
  • Quem deve declarar o IRPF 2019;
  • Tabela do Imposto de Renda 2019;
  • Datas e cronograma do IRPF 2019;
  • O que é IRPF e como ele funciona.

Cada ponto é fundamental para não deixar nada para trás quando estiver realizando sua declaração anual de imposto de renda. É comum ter algumas dúvidas, as datas, os valores, e as alíquotas podem mudar com o novo ano e pegar trabalhadores e investidores de surpresa. Por esse motivo, você está no caminho certo.

Veja como calcular o seu Imposto de Renda

Veja como é calculado o imposto de renda, é preciso compreender que nem todo o recebimento entra para a conta. Apenas os rendimentos tributáveis devem ser considerados para a cálculo. Ou seja, o salário e o dinheiro que é de uma casa de aluguel são rendimentos tributáveis e devem entrar para a conta do imposto de renda no ano seguinte.

Com isso, para entender em qual faixa salarial você se encontra, some apenas os rendimentos trbutáveis. E em seguida, subtraia o valor referente às contribuições do seu INSS, pois esse valor também não entra para o cálculo imposto de renda 2020.

Vamos aqui mostrar o processo que assusta milhares de brasileiros de forma fácil e prática, vamos começar com um pequeno resumo que pode te dar um norte sobre esse passo a passo:

  • Junte as documentações necessárias;
  • Baixe o Gerador da Receita Federal e complete suas informações;
  • Escolha o modelo de sua declaração;
  • Envie dentro do prazo;
  • Corrija eventuais erros.

Sabemos que o imposto é obrigatório e deve ser pago o quanto antes ou até o dereminado prazo, mas você sabe exatamente como funciona todo o processo. Além dos seus dados cadastrais mais comuns, como CPF, RG, título de eleitor e outros, a receita federal exige alguns comprovantes. Veja alguns deles a seguir:

  • Informe de rendimento do empregador, caso tenha tido contrato de trabalho no ano anterior;
  • Informe de rendimento do seu banco comercial;
  • Informe de rendimento de sua corretora, caso tenha algum investimento.

Depois de ler o nosso artigo sobre o Imposto de Renda, não esqueça de deixar o seu comentário falando o que achou do nosso conteúdo inscrito. Boa sorte!