A indústria automotiva brasileira competiu com outras latino-americanas comparativamente até 1960, mas teve dois saltos, tornando o Brasil como líder regional a princípio e um dos líderes mundiais. Perto do final da década de 1970, novas capacidades foram construídas pelos EUA e pela Alemanha.

A indústria brasileira é regulamentada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, criada em 1956, que inclui montadoras de automóveis, veículos leves, caminhões, ônibus e máquinas agrícolas com fábricas no Brasil. Anfavea faz parte da Organização Internacional dos Construtores de Automóveis, com sede em Paris.

A maioria das grandes empresas globais está presente no Brasil; como BYD , Fiat , Grupo Volkswagen , Ford , General Motors , Nissan Motors , Toyota , MAN SE , Mitsubishi , Mercedes-Benz , Renault , Honda , Hyundai , Kia , Volvo , BMW , Subaru , Chery , Geely , JAC Motors , Lifan , Peugeot ,Porsche , Audi , Citroën , Jeep , Land Rover , Mini , Lexus , etc.

Crescimento do mercado automobilístico no Brasil

A produção de veículos no Brasil cresceu 6,7% em 2020 em comparação a 2019. O número foi publicado nesta terça-feira (8) pela Associação Nacional dos Veículos Automotores ( Anfavea ), segundo informações da Agência Brasil . De janeiro a dezembro do ano passado, o Brasil produziu 2,88 milhões de unidades.

carro-zero

Em 2020, foram vendidos 2,566 milhões de veículos novos, incluindo veículos leves, caminhões e ônibus, um crescimento de 14,6%, segundo a Agência Brasil . O mercado interno impulsionou o setor, uma vez que as exportações caíram. As vendas externas de veículos, incluindo máquinas agrícolas e rodoviárias, totalizaram US $ 14,5 bilhões em 2020, uma queda de 8,6%.

O mercado brasileiro de veículos continua crescendo em 2020 e registrará o terceiro crescimento anual consecutivo, alcançando perto de 2,65 milhões de unidades vendidas, mais de 25% em relação ao pico negativo, e ainda próximo de 25% longe do recorde. Chevrolet, Volkswagen e Fiat no topo da lista controlam 47% do mercado, enquanto Renault , Toyota e Hyundai são as marcas emergentes

Tendência de mercado

O mercado brasileiro de veículos caiu de um recorde de 3,6 milhões  quando ficou em quarto lugar no mundo, abaixo dos 2 milhões, com uma queda vertical sem precedentes e inesperadas. A principal razão por trás da queda foi o Plano Nacional Automotivo, que impôs aos fabricantes novos padrões em termos de conteúdo, segurança e emissões, reservando ainda mais vantagens aos modelos locais produzidos para importados de fora da região.

lançamentos-carros

Além disso, a economia do país está em dificuldades e, na década anterior, a estabilidade política e social deixou espaço para uma batalha política sem limites, que penalizou as expectativas e o esforço econômico. No entanto, o mercado doméstico de automóveis atingiu o primeiro patamar no primeiro trimestre de 2020, quando o volume estava acima de 45% abaixo do nível e um novo caminho positivo foi abordado.

Principais marcas de automóveis no Brasil em 2020

Nos últimos anos, o mercado mudou radicalmente. Até 2019, as três principais marcas, Volkswagen, Fiat e Chevrolet detinham mais de 60% de participação de mercado, enquanto na verdade essas três marcas contam 47%, apesar de permanecerem as marcas mais vendidas no mercado. Eles perderam quase 15 pontos de participação nas marcas de rápido crescimento, como Renault, Toyota, Hyundai, Jeep e Nissan, enquanto outros jogadores tradicionalmente fortes, como Ford, Peugeot e Mitsubishi, caíram.

O ranking a seguir é baseado inteiramente nas taxas de receita e produção carros 2020, confira abaixo quais são as marcas e quais os modelos que elas estão apostado:

1. FIAT

A FIAT possui apenas uma fábrica em Betim, MG, responsável por toda a produção no Brasil. A FIAT tem o maior volume de vendas do país e, em 2020, quatro dos 10 carros vendidos eram da produção da FIAT: Palio, Strada, Uno e Siena.

2. Chevrolet
A empresa possui a maior variedade de automóveis “flex” do mercado e o Brasil ocupa a terceira posição em termos de volume de vendas da marca em todo o mundo, atrás apenas dos EUA e da China.

carros-tendência

3. Volkswagen
A Volkswagen possui quatro fábricas no Brasil (três no estado de São Paulo e uma no Paraná) e foca no design e na segurança para atingir os consumidores brasileiros. Em 2020, a Volkswagen vendeu 576.626 unidades no Brasil.

4. Ford
A empresa possui 4 fábricas no Brasil, uma no estado da Bahia e três no estado de São Paulo. Recentemente, a marca desenvolveu o novo Fiesta na tentativa de renovar a marca, um projeto extremamente bem-sucedido que conquistou a aprovação dos consumidores brasileiros.

5. Hyundai
A Hyundai construiu recentemente uma instalação de produção em Piracicaba, SP, responsável pela produção do modelo HB20. Este modelo foi o primeiro carro Hyundai fabricado no Brasil e rapidamente se tornou o sexto carro mais vendido no país.